Teatro de Câmara
Teatro
12 de Novembro

OGUM

Teatro | Livre | 40min.

OGUM
Terça, 12 de novembro às 20h

INTEIRA – R$20
MEIA – R$10
Clique aqui e compre seu ingresso!

Apresentação – Como chegamos até aqui
“Ogum” é o sexto trabalho da Flores de Jorge Cia Cênica, realizado em parceria com o músico Flávio Cravo e que fez sua estreia no mês de abril de 2019 dentro do Projeto Sesc-Criações de Bolso, em Belo Horizonte.
O espetáculo segue um repertório da Companhia que abordou diferentes temáticas, muitas delas de cunho político-social: “Hotel Açucenas” (2007), dramaturgia de Pollyana Santos, direção de Fábio Furtado, com Lucilene França, Mário Barro, Matheus Sant’ Ana e Michelle Ferreira, “Apareceu a Margarida” (2010), texto de Roberto Athayde, Direção de Camilo Lélis, com Michelle Ferreira, espetáculo premiado nacional e internacionalmente e que excursionou por outros estados brasileiros e países como Cuba, Colômbia e México; “Meus Sentimentos”! (2013), Dramaturgia e elenco de Iasmim Marques, Lucilene França e Michelle Ferreira, com a orientação de Isabel Jimenez, direção de Fábio Furtado e preparação vocal de Titane, “Desmemória América Latina” (2014), dramaturgia, elenco e criação de Michelle Ferreira e direção do artista mexicano Rodolfo Guillén, criada por meio do processo de residência no México, “A Jagunça” (2017), parceria com a Insólita Companhia, texto e direção de Ildeu Ferreira, com Michelle Ferreira e Flávio Cravo no elenco.
Este trabalho nasceu do desejo de trazer para a cena os arquétipos do Orixá Ogum e como eles reverberam nas histórias pessoais de seus intérpretes, Flávio Cravo e Michelle Ferreira. Ogum é um orixá cultuado nas religiões de matriz africana, muito reverenciado no Brasil e sincretizado com São Jorge no Rio de Janeiro e Santo Antônio na Bahia.
Ogum é o orixá dos metais, da tecnologia, senhor do ferro e dono dos caminhos. Invocado nas batalhas e nas lutas do dia a dia, ele é quem lidera as guerras, mas também aquele que protege e socorre contra os perigos.
O espetáculo apresenta as impressões de seus intérpretes sobre o orixá guerreiro e como esta energia poderosa reverbera no cotidiano das pessoas, independente de sua crença. Ogunhê!

Sinopse do espetáculo
OGUM é o nome do novo trabalho da Flores de Jorge Cia Cênica em parceria com o músico Flávio Cravo. A peça tem como proposta abordar os arquétipos de Ogum tão presentes no cotidiano dos homens. O espetáculo apresenta as impressões de seus intérpretes sobre o orixá guerreiro e como esta energia poderosa reverbera no cotidiano das pessoas. Ogunhê!

Ficha técnica

OGUM
Duração do espetáculo: 40 Min.
Recomendação etária: Livre
Dramaturgia de Michelle Ferreira
Criação de Flávio Cravo e Michelle Ferreira, com a colaboração/orientação do artista Gil Amâncio e da Cantora Titane
Iluminação: Robson Vieira
Criação de figurinos: Zaika dos Santos
Costura de figurinos: Ateliê Iracema Lopes
Projeto gráfico e filmagem: Tiago Almeida
Desenhos de Maria Clara Silva Ramos
Fotos: Igor Reis, Daniel Protzner e Tarcísio de Paula
Assessoria de Comunicação: Enrique Rivero
Assistência de Produção: Fabiane Etiene
Realização: Flores de Jorge Cia Cênica

Outros eventos que você pode gostar

Grande Theatro Unimed-BH
Teatro

11 de Outubro

A Esperança na Caixa de Chicletes Ping Pong – Mostra Cine Brasil de Teatro

INFORMAÇÕES E INGRESSOS
COMPRE SEU INGRESSO
DIAS E HORÁRIOS
  • Terça, 12 de novembro às 20h
PREÇOS
  • INTEIRA R$20
  • MEIA R$10

Bilheteria: Av. Amazonas, 315 – Centro.
Funcionamento: Seg - Sáb: 12:00 - 21:00 e Dom: 15:00 - 20:00.
Horário especial nos feriados.
Telefone: (31) 3201.5211 ou (31) 3243.1964

Loja Eventim - Shopping 5ª Avenida (sujeito a taxa de conveniência)
Rua Alagoas, 1314
Loja 20C– Savassi
BR - 30130-160 - Belo Horizonte

Crianças até 02 anos:
Crianças até 02 anos completos possuem gratuidade e permanecem no colo dos pais e/ou responsáveis legais.
A partir de 02 anos e 1 dia, a criança paga meia-entrada mediante apresentação da carteira de identidade ou certidão de nascimento

Meia-entrada:
A Partir de 1/12, de acordo com decreto n° 8.537 de 5 de outubro de 2015, só serão vendidos ingressos de “meia entrada de estudantes”, para aqueles que tiverem as CIEs ( Carteiras de Estudantes ) com os seguintes requisitos:
- Nome completo e data de nascimento do estudante
- Grau de escolaridade
- Foto do estudante
- Nome da instituição de ensino ao qual o estudante está matriculado
- Data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição
- Certificação digital observando o disposto no inciso 2º do Art 1º da lei nº 12.933 de 2013
. O decreto n° 8.537, não permite que os estabelecimentos aceitem boletos ou carteirinhas de cursos, como comprovantes para a compra da meia entrada.

Não arrisque perder o espetáculo que você está esperando!

Receba tudo por email!

(não enviaremos spam!)

WhatsApp chat