Grande Theatro Unimed-BH
Teatro
11 e 12 de Agosto

O Som e a Sílaba – Mostra Cine Brasil de Teatro

Teatro | 12 anos | 80min.

Com texto inédito e direção de Miguel Falabella, Alessandra Maestrini e Mirna Rubim estrelam musical

Pela primeira vez em BH, “O Som e a Sílaba” retrata de forma leve, sensível e poética a vida de uma jovem e talentosa autista e sua trajetória transformadora

Belo Horizonte, junho de 2018  – Miguel Falabella é o responsável pelo maravilhoso encontro entre Alessandra Maestrini e Mirna Rubim em “O Som e a Sílaba”, musical que é sucesso de crítica desde a estreia, em agosto do ano passado. É dele o texto inédito escrito especialmente para as duas e, também, é Falabella quem dirige o espetáculo. O musical dá continuidade à Mostra Cine Brasil Teatro e Música, que segue pelo terceiro ano consecutivo trazendo grandes produções a Belo Horizonte.

Pela primeira vez na capital, “O Som e a Sílaba” retrata de forma leve, sensível e poética a vida da jovem e talentosa Sarah que apresenta a síndrome de Asperger, que faz parte de um espectro do autismo. Em busca de uma vida melhor, Sarah encontra na música um novo e prazeroso caminho e quem vai ajudá-la nessa trajetória transformadora vai ser a professora de canto Leonor, interpretada por Mirna.

O espetáculo envolve e comove o público tratando delicadamente de um tema real em muitas famílias: o autismo e o que pode ser feito para incluir essas pessoas na sociedade, aproveitando suas habilidades diversas. Do outro lado, temos a história de Leonor, uma mulher recém-divorciada, com diversos problemas familiares, principalmente com a filha, e com dificuldades de se abrir para novas relações. O encontro entre ela e Sarah é tão certeiro que a amizade das duas se torna cada vez mais forte, cheia de aprendizados e aos poucos elas vão encontrando novos sentidos para suas vidas.

“O espetáculo é todo muito gostoso e aproxima o público. É cheio de humor, como tudo que Miguel e eu gostamos de fazer. Ao mesmo tempo, é extremamente delicado, poético e transformador, dada a trajetória tão rica e profunda da personagem central, Sarah, e de como isto também transforma – para muito melhor – a vida de Leonor”, conta Alessandra Maestrini.

Sinopse

Sarah busca alguém que lhe ajude a dar algum sentido a sua vida. Com a morte dos pais, ela mora com o irmão casado, mas sente que não se encaixa na organização da casa, tem consciência de suas limitações nas relações pessoais e sabe que precisa romper as barreiras da síndrome para se ajustar ao mundo lá fora. Em sua busca por uma autonomia, ela lista suas habilidades, entre elas cantar.

“O elemento mais importante da relação entre Sarah e Leonor é o estabelecimento da empatia. Desse laço, se cria a relação de amizade, cumplicidade, respeito e profundo amor entre as personagens”, revela Mirna Rubim.

“Gente como eu precisa de duas coisas na vida: de um trabalho e de alguém que lhe estenda a mão”, Sarah diz a Leonor ao se apresentar. Leonor, por sua vez, atravessa uma crise pessoal e profissional. “Este choque de anseios fará com que uma transforme a vida da outra, até que o público se pergunte quem, de fato, está ensinando quem”, comenta Alessandra Maestrini.

O espetáculo terá no sábado e no domingo tradução para Libras – Língua Brasileira de Sinais e, no domingo, audiodescrição, como parte da estratégia de inclusão e acessibilidade da Mostra.

 

Ficha técnica

Ficha Técnica

Texto e direção: Miguel Falabella

Elenco: Alessandra Maestrini e Mirna Rubim

Design de luz: Wagner Freire

Design de som: Mário Jorge Andrade

Figurinos: Ligia Rocha e Marco Pacheco

Visagismo: Wilson Eliodorio

Cenário: Zezinho Santos e Turíbio Santos

Artes

Fotografia: Priscilla Prade

Diretor de criação: Marco Griesi

Designer: Kelson Spalato

Criação: TuaAgência

Operador de luz: Alessandra Marques

Operador de som: Mario Jorge Andrade

Cenotécnico: Isaac Tibúrcio

Camareira: Michele Vono

Assistente de produção e contrarregra: Marlon Bandarz e Eduardo William

Produtora assistente e captação de apoios: Carla Schvaitser

Produtora executiva: Marisa Medeiros

Direção de produção: Deco Gedeon

Realização: Maestrini Produções

Outros eventos que você pode gostar

Teatro de Câmara
Teatro

25 e 26 de Agosto

Suspeitos – Um Crime Improvisado

INFORMAÇÕES E INGRESSOS
Grande Theatro Unimed-BH
Comédia, Teatro

15 e 16 de Setembro

Cia. Barbixas – “Em Breves”

INFORMAÇÕES E INGRESSOS
Grande Theatro Unimed-BH
Teatro

29 e 30 de Setembro

Josephine Baker, a Vênus Negra | Mostra Cine Brasil de Teatro

INFORMAÇÕES E INGRESSOS
COMPRE SEU INGRESSO
DIAS E HORÁRIOS
  • Sábado, 11 de agosto às 21h
  • Domingo, 12 de agosto às 19h
PREÇOS
  • INTEIRA R$ 50
  • MEIA R$ 25

Bilheteria: Av. Amazonas, 315 – Centro.
Funcionamento: Seg - Sáb: 12:00 - 21:00 e Dom: 15:00 - 20:00.
Horário especial nos feriados.
Telefone: (31) 3201.5211 ou (31) 3243.1964

Loja Eventim - Shopping 5ª Avenida (sujeito a taxa de conveniência)
Rua Alagoas, 1314
Loja 20C– Savassi
BR - 30130-160 - Belo Horizonte

A Partir de 1/12, de acordo com decreto n° 8.537 de 5 de outubro de 2015, só serão vendidos ingressos de “meia entrada de estudantes”, para aqueles que tiverem as CIEs ( Carteiras de Estudantes ) com os seguintes requisitos:
- Nome completo e data de nascimento do estudante
- Grau de escolaridade
- Foto do estudante
- Nome da instituição de ensino ao qual o estudante está matriculado
- Data de validade até o dia 31 de março do ano subsequente ao de sua expedição
- Certificação digital observando o disposto no inciso 2º do Art 1º da lei nº 12.933 de 2013
. O decreto n° 8.537, não permite que os estabelecimentos aceitem boletos ou carteirinhas de cursos, como comprovantes para a compra da meia entrada.

Não arrisque perder o espetáculo que você está esperando!

Receba tudo por email!

(não enviaremos spam!)